Importância das entidades de classe é destacada pelo Crea-SE no 3º Ciclo de palestras da ABECE

Com a participação de palestrantes renomados, a ABECE-SE abre programação do 3º Ciclo de Palestras.

A importância das entidades de classe para o Sistema Confea/Crea/Mútua foi destacada pelo presidente do Crea-SE, engenheiro agrônomo, Arício Resende Silva na abertura do 3º Ciclo de Palestras da Associação Brasileira de Engenharia e Consultoria Estrutural (ABECE) que nesta edição traz como tema central ‘A industrialização da Construção Civil’. O evento promovido com o apoio do Conselho reúne, até esta sexta-feira (6), na sede da Associação de Engenheiros Agrônomos de Sergipe (AEASE), profissionais, entre projetistas estruturais, construtores, estudantes e interessados em geral.

Profissionais e estudantes lotam auditório da AEASE no primeiro dia de programação

Em uma breve explanação, o presidente Arício Resende falou sobre o papel das entidades de classe para a formação do Conselho, ao ressaltar a AEASE e o Clube de Engenharia de Sergipe como as entidades precursoras de todo o processo de implantação do Crea-SE. Também ressaltou o apoio do Crea para o funcionamento e fortalecimento das entidades. “Dentro das possibilidades colaboramos na realização de eventos e diversas outras atividades promovidas pelas instituições, principalmente em ações que promovam o conhecimento e a qualificação dos profissionais”, disse Arício.

Pres. do Crea-SE, Arício Resende destaca relevância dos temas abordados

Na ocasião, o presidente parabenizou a ABECE pela realização do 3º Ciclo de Palestras e destacou a importância dos temas da programação. “Serão dois dias na companhia de profissionais renomados que vão apresentar aqui questões relevantes referentes ao futuro da engenharia, desafios e tendências com foco nas novas tecnologias. É um momento de aprendizado e de troca de experiência profissional”, avalia o presidente do Crea-SE.

Para o presidente da ABECE-SE, engenheiro civil Adelson Antônio Costa Rios, o evento é um espaço importante para os profissionais terem conhecimento sobre as novas tendências tecnológicas já usadas nas áreas de projeto, execução e manutenção. “Trouxemos profissionais especializados e amplamente experientes em suas respectivas áreas que aqui vão expor o cenário atual que engloba a engenharia e, em especial a engenharia estrutural”, afirma Adelson.

Presidente da ABECE-SE, Adelson Rios

O ciclo de palestras foi aberto pelo presidente da Associação Brasileira de Engenharia e Consultoria Estrutural (ABECE), João Alberto de Abreu Vendramini que abordou o ‘Futuro da Engenharia Estrutural’. A programação do primeiro dia foi encerrada pelo mestre em Engenharia, Luiz Henrique Ceotto que ministrou o tema ‘O que está impedindo a construção civil brasileira de evoluir rapidamente’.

Print Friendly

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *