8º CEP-SE encerra com aprovação de oito propostas para o Congresso Nacional de Profissionais

O 8º Congresso Estadual de Profissionais (CEP-SE) encerrou nesta quinta-feira (25) com avaliação positiva da Comissão Organizadora. O evento promovido pelo Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Sergipe (Crea-SE) com o apoio da Mútua,  é resultado do trabalho iniciado em maio com as reuniões preparatórias realizadas em 13 instituições de ensino na capital e no interior do Estado.

                      Mais fotos no facebook do Crea-SE

Com foco no tema central “Estratégias da Engenharia e da Agronomia para o Desenvolvimento Nacional”, os profissionais  apresentaram  10 propostas. Destas, oito foram selecionadas após avaliação e aprovação dos profissionais inscritos no CEP-SE. “ Estas propostas agora serão compiladas e apreciadas pela Comissão do CEP e depois encaminhadas ao Congresso Nacional de Profissionais (CNP), que será realizado no período de 19 a 21 de setembro, em Palmas, Tocantins, durante a Semana Oficial da Engenharia e Agronomia (Soea)”, explica o coordenador da Comissão Organizadora do CEP-SE, Daniel Brito Andrade.

Delegados com mandato, eleitos para o 10º CNP
Delegados sem mandato, eleitos para o 10º CNP

Também foi realizada eleição para escolha de delegados que terão a missão de defender as propostas do CEP-SE no evento nacional.  Quinze candidatos disputaram as sete vagas existentes, sendo três vagas destinadas a profissionais com mandato e quatro sem mandato. Além dos sete delegados estaduais eleitos no 8º CEP/SE, farão parte ainda da representação do Estado no 10º CNP, o coordenador do 8º CEP/SE, o presidente do Crea-SE, dois representantes de entidades precursoras e o diretor geral da MUTUA, totalizando 12  delegados. Em processo de eleição também foram escolhidos dois estudantes para participar do CNP.

        Delegados eleitos com mandato                                             Delegados eleitos sem mandato

  • Rodolfo Santos.. ..44 votos                                                          Alexsandro Meireles….. 50 votos
  • Flávio Góes………38 votos                                                           Iara Peixoto…………        45 votos
  • Solange Santos….33 votos                                                          Vitória Souza…………      45 votos
  •                                                                                                      José Gomes……………   37 votos

Na abertura do evento, o presidente do Crea-SE, engenheiro agrônomo, Arício Resende Silva agradeceu a presença de todos e destacou a importância da participação e contribuição dos profissionais e acadêmicos nas discussões e sugestões que visam a melhoria do Sistema Confea/Crea. “ O CEP tem o objetivo de mobilizar a participação de todos e nós conseguimos, resultado de um trabalho que vem sendo feito há meses . É um momento para refletirmos sobre o futuro de nossas profissões. Sem, dúvida o CEP é um momento de união em defesa dos interesses e anseios dos profissionais”, avalia ele.

O coordenador da Comissão Organizadora do CEP-SE, engenheiro civil, Daniel Brito avaliou como positivo o trabalho desenvolvido ao longo dos últimos três meses. “ O CEP-SE alcançou seus objetivos e metas, principalmente no que se refere a participação de profissionais e estudantes. Aqui trouxemos temas relevantes de interesse do Sistema. Ouvimos opiniões, sugestões e críticas e encerramos as atividades do 8º CEP com a certeza de uma maior integração entre os participantes e o Sistema Confea/Crea”, disse.

Gerente de Relacionamentos Institucionais do Confea, Fabyola Resende

Assuntos relevantes foram destacados pelos palestrantes convidados. A gerente de Relacionamentos Institucionais do Confea, engenheira eletricista e de Segurança do Trabalho, Fabyola Resende ministrou  sobre o  tema “O Confea e a Valorização profissional”. Ela destacou as ações parlamentares  em defesa de projetos de interesse da Engenharia, Agronomia e Geociências que estão em tramitação no Congresso nacional.  Também falou sobre importantes iniciativas, a exemplo da aproximação com o setor empresarial; o Acordo de Cooperação entre o Confea e a Ordem dos Engenheiros de Portugal; melhoria no Convênio com a ABNT e  o  Programa Mulher do Sistema Confea/Crea.

“Nós estamos vivendo uma transformação radical, no jeito como trabalhamos. A Inteligência Artificial, a “internet das coisas” , entre outros processos de automação, já estão substituindo trabalhos e estão mudando as habilidades que as empresas estão procurando nas pessoas”. Este foi o cenário destacado pela assessora técnica do

Assessora técnica do Crea-SE, Elaine Santana

Crea-SE, a engenheira civil Elaine Santana que ministrou palestra sobre “Perspectivas para novos currículos da Engenharia e novas carreiras”.

Elaine destacou que  as competências que são consideradas importantes na força de trabalho atualmente estão mudado. “A quarta Revolução Industrial, esta ligada às tecnologias como a inteligência artificial, robótica,  dentre outras. Para estarmos preparados para o futuro, precisamos entender o que está acontecendo agora. O processo de transformação só beneficiará quem for capaz de inovar, se qualificar e se adaptar”, ressalta.

           Mútua: Benefícios e novidades

O diretor de Benefícios da Mútua nacional ((Caixa de Assistência dos Profissionais do Creas), Jorge Silveira, apresentou no 8º Congresso Estadual de Profissionais (CEP-SE) benefícios e novidades para os associados da instituição. Falou sobre planos de saúde,

Diretor de Benefícios da Mútua, Jorge Silveira

convênios e a previdência complementar.

“O balanço dos últimos 12 meses demonstra que o TecnoPrev continua a ser um excelente investimento para seus participantes. Com o fechamento dos números de junho, e considerados os últimos doze meses, a rentabilidade acumulada é 20,17%. Nos últimos 24 meses, o desempenho do plano de previdência da Mútua é quase três vezes maior do que o da poupança. O

Dir. da Mútua-SE, Ronald Donald

TecnoPrev alcança 30,16%, no período, contra 10,15% da poupança”, detalhou o diretor.

Dentre as novidades destacadas por Jorge Silveira está o plano odontológico que deverá ser lançado no próximo ano. Já o diretor regional da Mútua/SE, Ronald Donald  falou sobre o ‘Divulga Mútua’, sistema de convênio com as entidades profissionais.

Sorteio

A programação do CEP-SE foi encerrada com entrega de brindes por parte da Mútua e sorteio de uma bolsa integral para o curso de Licitações e Contratos de Obras e Serviços de Engenharia, promovido pelo INBEC e mais duas bolsas parciais (50%)  para o curso de Pós Graduação em Engenharia de Segurança do Trabalho concedidas pela Faculdade Pio Décimo.

Print Friendly

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *