Reunião das Câmaras de Engenharia Civil debate obras inacabadas, atuação profissional e ensino à distância na área tecnológica

Presidente do Crea-SE, Arício Resende

Coordenadores de Câmaras Especializadas de Engenharia Civil (CCEEC) das 27 unidades do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia estarão reunidos em Aracaju no período de 17 a 19 deste mês no Real Classic, na orla da Atalaia. Com uma extensa pauta voltada para questões de interesse da classe e da sociedade, os profissionais vão debater e elaborar propostas para a melhoria da atuação profissional. Um dos principais focos em discussão será a qualidade do ensino de engenharia presencial e à distância – EAD. O tema, que divide opiniões, foi escolhido por pautar inúmeros questionamentos acerca da qualidade dessa modalidade de ensino, e por chamar a atenção para a necessidade de um maior acompanhamento dos métodos de ensino à distância.

“Estamos lutando para que o Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea) tenha assento no MEC, a fim de deliberar sobre a criação desses cursos, permitindo ao Confea que possa visitar as instalações onde são ministradas as aulas práticas, a fim de proporcionar aos alunos a integral formação determinada pelo Ministério da Educação”, ressalta o coordenador da Câmara Especializada de Engenharia Civil do Crea-SE, Ronald Donald.

Ccoord. da Câmara Especializada de Engenharia Civil do Crea-SE, Ronald Donald

A unificação de procedimentos que consiste em padronizar a fiscalização do exercício profissional em todo o País, por meio da unificação dos manuais de fiscalização;  o sombreamento da engenharia civil com outras profissões e a responsabilidade do engenheiro em obras inacabadas também são pontos importantes que estarão em debate durante os três dias de reunião. “A proposta é ampliar as discussões com o objetivo de dirimir dúvidas e conciliar conflitos de atribuições existentes entre os profissionais  em face da multiplicidade de atribuições e das áreas de sombreamentos de atividades que envolvem o exercício das profissões”, disse Ronald.

“Entendemos que existem questões universais de todas as profissões abrangidas pelo Sistema Confea/Crea e Mútua que trabalhamos de forma ampla mas, também, temos a visão de que cada categoria tem suas especificidades que precisam ser tratadas de maneira personalizada. Diante disso, a realização da 2ª Reunião Ordinária da Coordenadoria das CEEC é um espaço importante e fundamental para discutir a realidade da engenharia civil, o qual permite formatar soluções mais acertadas”, destacou o presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Sergipe (Crea-SE), engenheiro agrônomo Arício Resende.

Ainda, durante a reunião será apresentado o “Projeto: da sala de aula para canteiro de Obras’ desenvolvido pelo coordenador da Câmara Especializada de Engenharia Civil do Crea-ES,  Jaime Oliveira Veiga. Trata-se de uma iniciativa que oportuniza os estudantes a conhecerem ‘in loco’ detalhes da obra, como os projetos, as construções já realizadas e as máquinas e equipamentos, além de várias informações técnicas.

CEEC

A Câmara Especializada de Engenharia Civil (CEEC) é o órgão decisório da estrutura básica do Conselho que tem por finalidade apreciar e decidir os assuntos relacionados à fiscalização do exercício profissional na modalidade Civil e demais profissões: Ambiental, Cartografia, Rodoviário, Sanitarista, bem como sugerir medidas para o aperfeiçoamento das atividades do Conselho Regional.

Print Friendly

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *