Projetos e parcerias em benefício da sociedade são destacados na 445ª Sessão Plenária do Crea-SE

A Sessão Plenária contou com a participação de 29 conselheiros. Ao todo foram analisados 34 processos

Com a participação de 29 conselheiros, servidores e convidados,  o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Sergipe (Crea-SE) realizou nesta segunda-feira (11) sua 445ª Sessão Plenária Ordinária. Ao todo,  34 processos referentes a cadastramento e  anotação de curso; registro e inclusão de responsabilidade técnica e ética profissional passaram por análise e parecer.

Arício Resende destaca a ação integrada com vários órgãos públicos visando atender demandas da sociedade.

Na abertura da sessão, o presidente do Crea-SE, engenheiro agrônomo, Arício Resende destacou as principais ações  realizadas pelo Conselho durante o mês de outubro, com destaque para as atividades em parceria com diversas instituições de ensino da capital do interior do estado. “É importante que o Crea esteja presente nas instituições para estreitar o relacionamento com os estudantes. Apoiamos diversos eventos, oportunidade em que levamos para os futuros profissionais informações sobre o regimento legal da profissão e a importância do registro  junto ao Sistema Confea/Crea”, ressalta Arício Resende.

                                                    VEJA MAIS FOTOS NO FACEBOOK DO CREA-SE

O presidente também destacou as parcerias com órgãos públicos com o objetivo de atender a demandas da sociedade, a exemplo, do convênio, em andamento,  com a Defensoria Pública Geral. “ Nessa ação, a proposta é contribuir para viabilizar as ações de usucapião em tramitação na Defensoria, o que vai beneficiar centenas de famílias que não possuem condições financeiras de regularizar suas propriedades”, disse.

Secretária geral do Sindicato dos Tecnólogos de Sergipe, Wilma Santos: Valorização e regulamentação da profissão do tecnólogo

A Sessão também contou com a participação especial da secretária geral do Sindicato dos Tecnólogos de Sergipe, Wilma Santos que ministrou palestra sobre “Tecnólogos: agentes importantes para a construção e o desenvolvimento do país”. Em sua fala, a palestrante afirmou que os tecnólogos ainda sofrem preconceito no mercado. “ Os Cursos Superiores em Tecnologia são ideais, afinal, eles têm uma duração mais curta que os bacharelados (são dois anos), são mais baratos (portanto, mais acessíveis) e focam demandas específicas de empresas e indústrias.  Mas, apesar de todos esses atributos, eles ainda não estão ocupando o espaço que deveriam ocupar.”, avalia Wilma.

                                                                                   Mútua

Diretor financeiro da Mútua, José Raimundo : Número de associados cresceu, resultado das ações realizadas

Ainda na plenária, a diretoria da Mútua ( Caixa de Assistência dos Profissionais dos Creas) fez uma breve apresentação sobre o desempenho da instituição ao pontuar dados estatísticos referentes ao número de benefícios concedidos e volume de recursos disponibilizados aos mutualistas.

“A Mútua cada vez mais se consolida no Sistema Confea/Crea e Mútua, fazendo seu papel de assistência ao profissional e levando mais qualidade de vida através de seus produtos e serviço. O número de associados cresceu, resultado das ações realizadas pelo aperfeiçoamento dos nossos benefícios”, disse o diretor financeiro,
Jose Raimundo Dias da Silva.

Print Friendly

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *