Normas de acessibilidade são destacadas no Colégio de Presidentes em Sergipe

O terceiro e último dia da 3ª reunião anual do Colégio de Presidentes de Creas começou com a participação da eng. eletric. Fabyola Resende, que responde pela Gerência de Relações Institucionais (GRI) do Confea, a qual organiza as reuniões do colegiado.
Fabyola anunciou que todas as normas de acessibilidade – um total de 485 páginas – estão compiladas e à disposição de todos os profissionais num aplicativo que pode ser baixado em tablets ou celulares.“Essas normas já são oferecidas gratuitamente, mas a vantagem desse aplicativo é reunir todas, facilitando a consulta”, informou. O aplicativo já está disponível aos Creas.

Entre outras informações sobre as atividades da GRI, Fabyola falou do mutirão feito pela equipe e que liberou 237 processos de portugueses interessados em trabalhar no Brasil aproveitando as vantagens do acordo de cooperação e reciprocidade assinado entre o Confea e a Ordem dos Engenheiros de Portugal (OEP).

Ao falar do convênio com a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), sob responsabilidade da GRI, Fabyola falou que as normas estão disponíveis para os profissionais em mais de 500 pontos – entre Creas e entidades de classe.  Para a gerente, “a participação de representantes do Sistema Confea/Crea nas reuniões pode ser dinamizada com a sugestão de temas para a elaboração de novas normas”.

76ª Soea e inserção internacional

Outra informação passada por Fabyola diz respeito às inscrições para participar da 76ª Semana Oficial da Engenharia e da Agronomia (Soea), que acontece de 16 a 19 de setembro próximo em Palmas (TO): “Já temos 2.694 inscritos”. Por último, a gerente disse que está sendo montado um grupo de trabalho técnico, formado por especialistas em questões internacionais para elaborar um planejamento estratégico que visa intensificar a participação internacional do Sistema Confea/Crea.

Na sequência, Renato Barros, superintendente de Estratégia e Gestão (SEG), informou que mais de três milhões de Anotações de Responsabilidade Técnica (ART) foram emitidas este ano em todo o país, segundo as informações integradas enviadas pelos Creas.

A proposta de renovação do convênio com a ABNT foi apresentada pelo Crea-PB, presidido pelo eng. civ. Antônio Carlos de Aragão, coordenador do Colégio de Presidentes: “Vamos encaminhar a aprovação do protocolo de intenções para a renovação do convênio entre a ABNT, o Confea, os Creas e a Mútua, caixa de assistência, nos mesmos moldes do anterior”, anunciou Aragão.

Os valores envolvidos nesse convênio são da ordem de R$ 700 mil reais, sendo R$ 250 mil para Confea, mais R$ 250 mil para a Mútua e outros R$ 250 mil a serem rateados proporcionalmente entre os Creas, dependendo do número de profissionais registrados nos conselhos regionais.   Lembrando que podem ter acesso às normas os profissionais adimplentes com o Sistema. O convênio oferece 50% de desconto para a aquisição de normas e os associados da Mútua têm 60% de desconto.

Maria Helena de Carvalho
Equipe de Comunicação do Confea

 

Print Friendly

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *