Comitiva do Crea-SE participa do 8º Encontro de Líderes do Sistema Confea/Crea/Mútua

O presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Sergipe (Crea-SE), engenheiro agrônomo, Arício Resende Silva e uma comitiva formada por coordenadores de Câmaras Especializadas e representantes de entidades de classe participam em Brasília do 8º Encontro de Líderes Representantes do Sistema Confea/Crea.  O evento que prossegue  até sexta-feira (22)  abre a agenda de trabalhos do ano com eleição de lideranças e reuniões dos fóruns consultivos – Colégio de Presidentes (CP), Colégio de Entidades Nacionais (Cden) e Coordenadorias de Câmaras Especializadas dos Creas.

“É um encontro importante para o planejamento das ações que o Sistema pretende trabalhar, com o objetivo de superar desafios e alcançar as diretrizes propostas para o ano de 2019 dentro do planejamento estratégico.É o que avalia  o presidente do Crea-SE que considerou fundamental a participação expressiva de muitos parlamentares que prestigiaram o primeiro dia da programação, ocasião que falaram sobre a importância da engenharia para o desenvolvimento do país.

Durante o evento, o engenheiro agrônomo, Arício Resende recebeu das mãos do presidente do Confea, Joel Krüger e da presidente do Crea-DF, Fátima Có, o Certificado de Função pelos trabalhados desempenhados no Sistema Confea/Crea, como coordenador- adjunto do Colégio de Presidentes, função que exerceu no período de 22 de fevereiro de 2018 a 20 de fevereiro de 2019. “Todos  estamos aqui para trabalhar em prol do Sistema. Por isso, agradeço a contribuição de cada um de vocês pelo bom resultado das ações deste período em que exerci o papel de coordenador- adjunto ao lado do coordenador, Francisco Almeida”, disse.

“O Brasil não pode se tornar um país sem alvará de funcionamento”

Presidente do Confea, eng. civ. Joel Krüger

Em seu discurso de abertura, o eng. civ. e presidente do Confea, Joel Krüger, deu o tom que deve permear o encontro: a atuação parlamentar das lideranças do Sistema no Encontro. Ele destacou a importância da agenda a ser realizada amanhã, quinta-feira (21), no Congresso Nacional, apresentando alguns dos resultados obtidos. Ao falar sobre o anunciado desarquivamento do PL 13/13, que considera essenciais e exclusivas de Estado as atividades exercidas por engenheiros, arquitetos e agrônomos ocupantes de cargo efetivo no serviço público, Krüger afirmou que foram recebidas 44 assinaturas, “bem mais do que as 27 necessárias”. Para ele, a participação de todos “é fundamental”

Outros pontos destacados durante sua fala foram as recentes tragédias de Brumadinho e do Centro de Treinamentos do Flamengo e ainda a formação profissional. “Essas tragédias são o retrato de um país que há muito tempo deixou de se preocupar com a engenharia. Que cortou investimentos, que sucateou grandes empresas públicas, que não vê a necessidade de construir a engenharia pública da União. O Brasil não pode se tornar um país sem alvará de funcionamento”.

ÁLBUM DE FOTOS DO 8º ENCONTRO DE LÍDERES REPRESENTANTES

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO

Quanto à formação profissional, ratificou a posição contra o ensino a distância em Engenharia e Agronomia: “Esse mesmo descaso com o país vem permitindo que a educação brasileira venha a ser achincalhada, quando constatamos a inércia para lidar com questões elementares como a propagação de cursos sem qualidade e a insistência em adotá-los por meio de um ensino a distância, ainda que contrariando todos os pareceres técnicos e científicos. Esse tipo de educação está longe de representar qualquer avanço, muito pelo contrário, ao menos no que se refere à forma como a modalidade vem sendo aceita para os cursos de Engenharia e Agronomia”.

Presenças
Além de parlamentares e entre as lideranças da política classista da área tecnológica, conselheiros federais – titulares e suplentes -, presidentes de Creas e de entidades nacionais, coordenadores de Câmaras Especializadas, diretores da Mútua, caixa de assistência, e os ex-presidentes do Confea, os eng. civ. Henrique Luduvice, Wilson Lang, Marcos Túlio de Melo e José Tadeu da Silva estiveram na abertura do 8º Encontro de Líderes Representantes. O general Osvaldo Pereira, presidente da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares e o ex-ministro do Trabalho Helton Yomura também prestigiaram o evento.

 

Print Friendly

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *