Última sessão plenária de 2017 é marcada por posses e agradecimentos

Em clima festivo e com diversos agradecimentos de conselheiros, coordenadores, diretores e representantes de entidades de classe, ocorreu nesta sexta-feira (29/12) a última sessão plenária do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Sergipe (Crea-SE)  encerrando  as atividades de 2017. Na ocasião, foram formalizadas as posses administrativas do presidente reeleito do Conselho, o engenheiro agrônomo Arício Resende Silva e dos

2ª vice-presidente do Crea-SE, engenheira civil, Iara Machado Peixoto

diretores da Mútua (Caixa de Assistência dos Profissionais dos Creas).

A sessão foi aberta pela segunda vice-presidente do Crea-SE, engenheira civil, Iara Machado Peixoto Sarmento que conduziu o processo eleitoral para a escolha do diretor- financeiro da Mútua. O eleito foi o técnico em eletrotécnica, José Raimundo Dias da Silva que obteve 25 dos 26 votos apurados. Um voto foi nulo.

Em seguida foi realizada a assinatura do termo de posse dos candidatos eleitos no pleito ocorrido em 15 de dezembro. Foram empossados o presidente reeleito do Crea-SE, engenheiro agrônomo, Arício Resende; o diretor geral da Mútua, o engenheiro civil, Ronald Donald e o diretor administrativo, o engenheiro eletricista, João Pinto Fontes, além de José Raimundo no cargo de diretor financeiro.

Agradecimento

Pres. do Crea-SE, Arício Resende

Reeleito com 73,63% dos votos válidos, o engenheiro agrônomo Arício Resende afirma que a vitória nas urnas é resultado de dois importantes fatores: o trabalho realizado em sua primeira gestão e as propostas e projetos que serão os pilares de seu próximo mandato que se inicia em janeiro de 2018. “A expressiva votação retrata a confiança dos profissionais em meu trabalho e a aprovação da gestão, fruto do desempenho e da dedicação de toda uma equipe que contribuiu e contribui para a construção da nossa administração”, destaca o presidente reeleito.

Em seu discurso, Arício Resende agradeceu a todos por sua reeleição e destacou a necessidade da união para a continuidade e realização de novos projetos e ações em defesa da valorização e fortalecimento de engenharia.

                                                                GALERIA DE FOTOS DA ÚLTIMA SESSÃO PLENÁRIA

“Nos últimos três anos, o Crea-SE fortaleceu sua presença na vida dos profissionais, buscando sua valorização e consequente melhoria dos serviços oferecidos à sociedade. Para isso, foram realizadas mudanças importantes na estruturação organizacional do Conselho, processos de modernização e busca pelo aperfeiçoamento no atendimento, dando maior agilidade às tarefas diárias. Vamos iniciar um novo mandato com grandes e boas perspectivas. Começa agora um novo ciclo”, frisa Arício Resende.

Ronald Donald-dir.geral da Mútua

Agradecimento e despedida foram os tons do discurso do novo diretor-geral da Mútua, o engenheiro civil, Ronald Donald. Ele despediu-se do cargo de conselheiro e coordenador da Câmara de Engenharia Civil do Crea-SE. A partir de janeiro estará à frente da Mútua para um mandato de três anos. “Tornar a Mútua uma instituição mais conhecida entre os profissionais é uma das metas da minha gestão”, disse ele que

Laerte Marques e João Bosco

aproveitou a ocasião para agradecer o apoio de todos para o bom andamento dos trabalhos realizados enquanto conselheiro e pelos votos

José Raimundo, dir. financeiro d Mútua

obtidos nas eleições.

Os diretores da Mútua, João Pinto e José Raimundo também fizeram uso da palavra para agradecer os votos conquistados e reiterar o compromisso em trabalhar com o objetivo de ampliar a assistência aos associados. Os engenheiros agrônomos, João Bosco eleito conselheiro federal e seu suplente, Laerte Marques também aproveitaram a oportunidade para manifestar a gratidão pela vitória nas urnas. “Vamos cumprir o mandato de forma harmônica e com muita responsabilidade e compromisso no trato dos assuntos relativos à engenharia, a agronomia, geologia, meteorologia, geografia dos tecnólogos e dos técnicos em busca de soluções esperadas pelos profissionais”, enfatiza João Bosco.

 

Print Friendly

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *