Semana do Engenheiro Agrônomo destaca o futuro da profissão diante das transformações do mercado

Com um passeio ciclístico pelas ruas e avenidas de Aracaju foram   encerradas neste domingo (14/10),  as comemorações alusivas  a Semana do Engenheiro Agrônomo. A programação, que começou na última quinta-feira (10) com  discursos, palestras e homenagens, teve como foco mostrar para a sociedade a importância desse profissional no desenvolvimento econômico sustentável do País, bem como seu papel e perfil diante das inovações tecnológicas e transformações porque passam a agricultura brasileira.

Maurício Pazini

O evento realizado pela Associação dos Engenheiros Agrônomos de Sergipe (AEASE) com o apoio do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Sergipe (Crea-SE) foi aberto   com a palestra do engenheiro do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), Maurício Pazini Brandão. Com  o tema ‘ A engenharia do futuro e o novo perfil profissional do engenheiro’, o palestrante  falou sobre as novas tendências que devem mudar o perfil de profissional ideal para o mercado de trabalho. O assunto que chamou a atenção do público que lotou o auditório da Associação dos Engenheiros Agrônomos de Sergipe (AEASE).

Veja mais fotos do evento no Facebook do Crea-SE

Para o presidente do Crea-SE, engenheiro agrônomo, Arício Resende Silva o assunto retrata bem a atual realidade. “ Hoje o profissional precisa ter uma boa visão sobre gestão, sobre perspectivas de cenário de médio e longo prazo, além de visão estratégica. É preciso estar atento às transformações e as tendências de mercado”, disse o presidente do Conselho ao ressaltar que cada vez mais a profissão tem se tornado uma área de múltiplos conhecimentos, influenciada pela biotecnologia, automação e informática de ponta.

O reconhecimento profissional também foi ponto de destaque na programação. Este ano, a homenagem foi para a engenheira agrônoma Maria Urbana Corrêa Nunes. A pesquisadora da Embrapa Tabuleiros Costeiros de Aracaju tem ampla experiência na área de agronomia, com ênfase em sistemas agroecológicos de produção, atuando principalmente em biodiversidade, manejo e tratos culturais, adubação com fontes naturais de nutrientes; produção de adubos orgânicos e  aproveitamento de resíduos agroindustriais com ênfase na casca de coco. “Recebo essa manifestação de carinho e reconhecimento como muita alegria. Sou a primeira engenheira agrônoma a receber a homenagem na história de oito anos de existência dessa premiação. É uma honra muito grande”, disse ela.

O acadêmico do curso de engenharia agronômica da Universidade Federal de Sergipe (UFS), Matheus Emannuel Ferreira também foi homenageado. “ Esse reconhecimento fecha com chave de ouro mais um ciclo da minha vida,

Pres. Arício Resende recebe o Manuel de Honorários do Eng. Agrônomo das mãos de Fernando Andrade

isso porque no fim deste mês de outubro estou me formando, ou seja, vou ingressar no mercado de trabalho. A expectativa é muito grande”, disse ele. Ainda na solenidade, o presidente da AEASE, Fernando Andrade fez a entrega simbólica  ao presidente do Crea-SE, engenheiro agrônomo, Arício Resende do ‘ Manual Honorários do Profissional Engenheiro Agrônomo’.

A programação da Semana do Engenheiro Agrônomo teve continuidade no sábado com o plantio de mudas no Parque Augusto Franco ( Parque da Sementeira) e encerrou no domingo com um passeio ciclístico.

 

Print Friendly

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *