Mobilização da Engenharia e da Agronomia em prol do desenvolvimento marca o encerramento da 74ª Soea

Depois de quatro dias de troca de conhecimentos, intercâmbio de práticas entre os diversos Conselhos Regionais de Engenharia e Agronomia (Creas) e mobilização da juventude, a 74ª Semana Oficial da Engenharia e da Agronomia (Soea) encerrou os trabalhos no dia 11, como um dos eventos mais importantes da área tecnológica nacional neste ano de 2017.

Ao longo da semana, o evento foi pautado pela temática “A responsabilidade da Engenharia e da Agronomia para o desenvolvimento do país”, com destaque para o cenário socioeconômico e ambiental. Recursos hídricos, tecnologia, equidade de gênero, inserção internacional, pesquisa e inovação, mercado de trabalho, inserção dos novos profissionais foram temas debatidos entre os mais de 3,5 mil profissionais da área tecnológica, no Hangar Centro de Convenções e Feiras da Amazônia, em Belém (PA).

Durante a cerimônia de encerramento, assim como nas edições anteriores, foi apresentada a Carta de Belém (ver pág. 04) em que os participantes oficializam o comprometimento em prol de um Brasil melhor. “Os profissionais do Sistema das áreas de tecnologia, ciência e inovação entendem que com ética e combate à corrupção será alcançado o desenvolvimento sustentável do Brasil. É nossa responsabilidade”, disse o coordenador do Colégio de Entidades Nacionais (Cden), Ângelo Petto.

Em seu discurso, o presidente do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea), José Tadeu da Silva, agradeceu “profundamente” aos participantes e afirmou que “o mais importante dessas discussões e palestras,  que têm uma gama enorme de informações, são os laços de amizade que nos empolgam para participar da próxima”. O presidente do Crea Pará, Elias Lima, além de agradecer, quebrou o protocolo e chamou as equipes dos Creas do Pará e do Paraná, anfitrião da Soea passada, e do Confea para subir ao palco e receber aplausos.

Já o anfitrião da 75ª Soea, Fernando Dacal, começou o discurso convocando toda sua delegação, como também os presidentes dos Creas presentes na festa de encerramento. “Não poderia deixar de agradecer ao presidente do Confea, José Tadeu, por todo o apoio dado. Em 2018, teremos como eixo temático a missão de voltar a protagonizar o crescimento do Brasil. Não podemos admitir que outras profissões analisem como se deve fazer engenheira. Vamos mudar isso em Maceió com engenharia, agronomia e ética. Seremos o marco dessa virada”, disse Dacal.

Equipe de Comunicação da 74ª Soea

Print Friendly

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *