Homenagem ao engenheiro agrônomo José Trindade é destaque na abertura da 74ª SOEA

José Trindade: homenagem póstuma
Marcos e Jorge Trindade recebem a honraria das mãos do presidente, Arício Resende

A entrega das medalhas do Mérito e a inscrição no Livro do Mérito foi um dos momentos mais emocionantes do primeiro dia da programação da 74ª Semana Oficia de Engenharia e Agronomia que acontece até a próxima sexta-feira, em Belém. Os homenageados são indicados por entidades de classe e por câmaras especializadas, entre outros fóruns. Por indicação do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Sergipe (Crea-SE), o engenheiro agrônomo, José Trindade recebeu uma homenagem póstuma, em reconhecimento ao profissional, pelos serviços prestados à sociedade e ao desenvolvimento tecnológico e pela participação na defesa dos profissionais registrados no Sistema Confea/Crea.

Marcos Aurélio Costa Trindade e Jorge Trindade ( filhos do homenageado) receberam  a honraria das mãos do presidente do Crea-SE, Arício Resende.” Estamos muito agradecidos ao Sistema Confea e,, em especial ao presidente do Crea-SE pela homenagem ao meu pai. Ficamos muitos felizes pela iniciativa que representa um importante reconhecimento pelo trabalho desenvolvido por meu pai em defesa da Engenharia e da Agronomia, principalmente da agricultura com ênfase na citricultura”, destaca Marcos.

“Meu pai sempre foi um homem compromissado com causas da Engenharia e da Agronomia. É um reconhecimento importante e nós só temos a agradecer pela iniciativa”, disse Jorge. Para o presidente do Conselho, Arício Resende a homenagem é mais que justa. “ José Trindade, sempre foi  dedicado e competente profissional, com relevantes serviços  prestados à agricultura sergipana, notadamente na área da citricultura”, disse Arício.

Com destaque em Citricultura, o engenheiro agrônomo  José Trindade, era referência em fruticultura e teve suas pesquisas repassadas às novas gerações. Após  sua morte, em dezembro de 2012, sua memória é reverenciada com a ‘Medalha Mérito Citrícola José Trindade’.

 

Print Friendly

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *