Crea-SE reforça apoio à ABEMEC-SE e deseja sucesso a nova diretoria

A Associação de Engenharia Mecânica e Industrial de Sergipe (ABEMEC-SE) completa na próxima quarta-feira (6), 18 anos de fundação. A maioridade chega com mudanças na diretoria e no conselho fiscal. Desde janeiro, a instituição está sob o comando do engenheiro mecânico, Enéas Francelino Santos de Vasconcellos que assume a presidência para o mandato 2019/2020, com um plano de trabalho voltado para desenvolver ações visando o fortalecimento e, principalmente uma maior proximidade da entidade junto aos profissionais.

Com assento no plenário do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Sergipe (Crea-SE), a ABEMEC tem como missão integrar, desenvolver e valorizar a  Engenharia Mecânica e Industrial e seus profissionais, contribuindo para o aprimoramento tecnológico, sócio-cultural e econômico da sociedade sergipana. É o que afirma o presidente do Crea-SE, engenheiro agrônomo, Arício Resende Silva ao parabenizar a instituição pela atuação em quase duas décadas de existência. “As entidades de classe sempre foram objeto de atenção em minha gestão, principalmente por serem o elo entre o Conselho e os profissionais. Portanto, a ABEMEC contará sempre  com o apoio e a parceria do Crea-SE”, afirma .

O presidente da ABEMEC considera fundamental a parceria com o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Sergipe. “Temos objetivos bastante alinhados, no que diz respeito a prover à sociedade com Engenharia Mecânica de qualidade e na defesa dos interesses dos profissionais”, afirma Enéas Francelino ao ressaltar a importância da engenharia mecânica na sociedade moderna.

“Tudo que nos rodeia tem o trabalho da engenharia mecânica. Suponha, viemos de uma viagem, saímos do avião,

Pres. da ABEMEC-SE, Enéas Francelino e o Pres. do Crea-SE, Arício Resende

pegamos o carro, subimos o elevador do nosso prédio, e na cozinha de casa usamos o liquidificador e fogão e não nos damos conta de que tudo que acabamos de usar tem engenharia mecânica. Então é um conhecimento sem o qual não teríamos o padrão de vida atual, desta forma acreditamos que estes profissionais são uma base importante para o desenvolvimento de uma sociedade e assim do nosso Estado. Além de deterem as tecnologias que precisamos, são lideranças naturais na implantação de projetos de produção de bens e de infra estrutura”, garante o presidente da ABEMEC

O engenheiro mecânico, Enéas Francelino chega à instituição com um plano de trabalho definido para superar os desafios. “Vamos fazer uma revisão do nosso planejamento estratégico e trabalhar para dar maior visibilidade a ABEMEC com foco no reconhecimento e valorização profissional com oferta de atividades de qualidade, a exemplo, de cursos, palestras, congressos e visitas técnicas, além de divulgação ampla destes eventos”, ressalta ele.

Entre as metas da atual gestão, está o aumento do número de associados. “Hoje temos 107, mas no mercado sergipano são mais de 650 profissionais. É preciso agregar esses profissionais para fortalecer a entidade. O momento exige somação para crescer”, avalia o presidente que também pretende realizar no segundo semestre deste ano, o Congresso Sergipano de Engenharia Mecânica, um encontro de estudantes de graduação e de pós-graduação, professores, pesquisadores e profissionais com interesse no avanço e desenvolvimento Científico e Tecnológico das Ciências Mecânicas no estado de Sergipe.

Posse

A cerimônia de posse da nova diretoria e conselho fiscal para o mandato de 2019-2020 ocorreu no dia 27 de janeiro deste ano. A nova formação é composta por 17 integrantes.

Print Friendly

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *