Crea-SE promove debate sobre atuação profissional e os rumos da Engenharia e da Agronomia no IFS – São Cristóvão

A quarta palestra preparatória para o 8º Congresso estadual de Profissionais da Engenharia e da Agronomia (CEP-SE) ocorreu na sexta-feira (23) no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Sergipe- Campus São Cristóvão. “ Atuação Profissional: Os rumos da formação profissional da Engenharia e da Agronomia brasileiras” foi o tema da palestra ministrada pela assessora técnica do Crea-SE, a engenheira agrônoma, Marina Franca Lelis, aos profissionais e estudantes da instituição de ensino.

Profissionais e estudantes do IFS- São Cristóvão participam de palestra preparatória para o CEP-SE

A palestrante falou sobre  a atribuição de títulos, atividades, competências e campos de atuação dos profissionais registrados no Sistema Confea/Crea. Também falou sobre as principais funções do Conselho. “O Crea tem o papel de garantir que as atividades técnicas da engenharia sejam desempenhadas por profissionais habilitados, e esse trabalho é feito através da fiscalização indireta,  por meio dos registros de instituições, profissionais ,empresas e Arts e da fiscalização direta com os fiscais em campo”, enfatizou.

CEP-SE

coord. -adjunto do CEP-SE, Alexsandro Meireles.

A cada triênio, o Crea-SE realiza o Congresso Estadual de Profissionais, seguido da etapa nacional. Estes eventos oferecem aos profissionais oportunidades de espaço para avaliação, debate e definição de estratégias, planos e programas de atuação em suas áreas, por meio de propostas de mudanças nos normativos que regulamentam o exercício da profissão.  “A participação dos profissionais é muito importante, especialmente nesta primeira etapa, pois é uma forma de avaliar, debater e apontar melhorias para a regulamentação de suas profissões, refletindo na valorização de seu trabalho”, ressalta o coordenador-adjunto do CEP-SE, Alexsandro Meireles.

Tema central e Eixos

Este ano o Congresso Estadual de Profissionais comemora sua oitava edição e terá como tema central “Estratégias da Engenharia e da Agronomia para o Desenvolvimento Nacional”. A discussão deve contemplar os eixos definidos pela Comissão Organizadora Nacional do 10º Congresso Nacional de Profissionais. São eles:

  1. Inovações Tecnológicas – Inovações tecnológicas no processo de desenvolvimento econômico sob a ótica da Engenharia e da Agronomia;
    II. Recursos Naturais – O papel da Engenharia e da Agronomia na utilização e aproveitamento de recursos naturais com sustentabilidade;
    III. Infraestrutura – A governança da política de infraestrutura brasileira sob a ótica da Engenharia;
    IV. Atuação Profissional – Os rumos da formação profissional da Engenharia e Agronomia brasileiras;
    V. Atuação das empresas de Engenharia – Governança das empresas de Engenharia e obras públicas.
Print Friendly

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *