Crea-SE participa de debate sobre ensino e redução de acidentes

Assis Marques: Qualidade na formação de engenheiros de segurança do trabalho é fundamental

O coordenador da Comissão de Engenharia de Segurança do Trabalho do Crea-SE, engenheiro mecânico, Assis Marques Lima, participou de importante debate que resultou na elaboração de nove propostas que tratam, entre outros assuntos, de normas regulamentadoras, educação, política nacional e redução de acidentes de trabalho. O tema ensino foi pautado na conversa entre a coordenadoria e o presidente do Confea, Joel Krüger, na última  sexta-feira (9), quando foi pontuada a importância do controle de qualidade na formação de engenheiros de segurança do trabalho.

Sobre Ensino a Distância, foi consolidada que as disciplinas sejam, nomáximo, 20% EAD. Nessa modalidade, poderão ser ministradas somente matérias complementares. Também ficou definido que os professores de conteúdos específicos necessitarão ter formação em Engenharia de Segurança do Trabalho, e a instituição de ensino deverá ter, ao menos, um polo físico no Estado para recepcionar apresentações presenciais de monografia.

Cooperação

Qualidade da educação pautou diálogo entre CCEEST e o presidente do Confea.

Entre as iniciativas, foi proposto que o Confea firme acordo de cooperação técnica com a Secretaria Especial de Previdência e Trabalho, a fim de mapear e desenvolver soluções para diminuição de acidentes de trabalho e doenças ocupacionais. A coordenadoria defende a redução de 20% dessas ocorrências no Brasil.

Também foi elaborada proposta de participação de dois membros da CCEEST no GT Política Nacional de Segurança e Saúde no Trabalho, do Ministério da Economia. O objetivo é permitir que as demandas da Engenharia de Segurança do Trabalho sejam contempladas nos debates do grupo.

Print Friendly

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *