Crea-SE parabeniza presidente da Federação Nacional dos Tecnólogos e reforça apoio aos profissionais da área

Pres. da Federação Nacional dos Tecnólogos: ” Atualização da Resolução 313/1986 é uma das prioridades”

O Tecnólogo em Segurança do Trabalho, José Gomes de Andrade Filho é o novo presidente da Federação Nacional dos Tecnólogos (FNT). O sergipano foi empossado no último dia 3 de junho com o compromisso de colocar em prática ações e projetos em defesa da valorização e reconhecimento dos mais de 35 mil profissionais da área em todo o país.

Ampliar e avançar as discussões para atualização da Resolução 313/1986 – que regula os registros e atribuições desses profissionais das áreas de engenharia, agronomia, meteorologia, geologia e geografia, regidas pela Lei 5.194/1966 – é uma das prioridades da nova gestão.  “Vamos criar um Grupo de Trabalho pra fazer a revisão da Resolução. São mudanças necessárias para definir as atribuições, conforme a grade curricular, garantindo a nós o exercício pleno da profissão”, disse Gomes.

Na pauta de prioridades do presidente da Federação, também está o Projeto de Lei 2245, de 2007, que regulamenta a profissão de tecnólogo. “Este PL tramita na Câmara dos Deputados desde 2007. Nossa meta é acionar a Assessoria Parlamentar do Confea para juntos tentarmos acelerar a tramitação do PL”, afirma.

Atualmente, a Federação Nacional dos Tecnólogos tem sete entidades associadas, sendo representadas pelos estados de Sergipe; Ceará; Espírito Santo; Paraíba; Mato Grosso do Sul e ainda do Distrito Federal.

Apoio

Pres. do Crea-SE, Arício Resende Silva: ” A regulamentação é necessária no processo de reconhecimento e valorização do tecnólogo”

O presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Sergipe (Crea-SE), Arício Resende Silva parabenizou o novo presidente da Federação e desejou sucesso na gestão. Ele também destacou a importância dos Tecnólogos para o desenvolvimento do País e as ações realizadas pelo Sistema Confea/Crea pela valorização e regulamentação da profissão.

“Atualmente, são quase 35 mil tecnólogos registrados no Sistema. No Crea-SE temos cerca de 200 registrados, desenvolvendo suas atividades nas áreas de segurança do trabalho, saneamento ambiental, ecologia e diversas outras áreas abrangidas pelas engenharias mecânica, química, civil, agronomia, elétrica”, afirma ao frisar que o número é expressivo e crescente.

Em relação à regulamentação da profissão de tecnólogo, o presidente Arício Resende enfatiza que o Confea apoia totalmente esta causa, principalmente por reconhecer a importância desse profissional para o desenvolvimento do país. “A regulamentação é necessária no processo de reconhecimento e valorização profissional e um passo importante na inserção dos tecnólogos no mercado de trabalho”, avalia.

Print Friendly

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *