Mutua firma convênio com o Crea-SE e garante participação de delegação na 76ª Soea

Pres. do Crea-SE, Arício Resende e Pres. da Mútua, Paulo Guimarães firmam convênio para a SOEA

O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Sergipe (Crea-SE) assinou convênio, no valor de R$ 56 mil, com a Mútua (Caixa de Assistência dos Profissionais do Crea) para participação na  76ª Semana Oficial da Engenharia e da Agronomia (Soea). O maior evento do Sistema Confea/Crea e Mútua   será realizado na  capital do Tocantins, no período de 16 a 19 de setembro.  A expectativa é de que Palmas receba um público de cerca de 3.500 pessoas para o evento

O documento assinado pelo  presidente da Mútua, eng. civ. Paulo Roberto de Queiroz Guimarães e pelo presidente do Crea-SE, engenheiro agrônomo, Arício Resende, assegura recursos para participação de um maior número de profissionais, representantes de entidades de classe registradas no Crea, conselheiros e servidores das áreas de engenharia e agronomia na Soea.

“Com foco na qualificação e valorização dos profissionais e no fortalecimento do Sistema, a Mútua apoia as delegações dos Creas com o custeio da participação de profissionais na Soea. Todos os anos são firmados convênios específicos para que um número significativo de profissionais de todos os estados esteja presente, tendo a Mútua como retorno dos Creas a intensificação de sua divulgação junto aos profissionais”, reforça o presidente da Mútua.

Além da 76ª  também será realizado, o 10º Congresso Nacional de Profissionais (CNP)  de 19 a 21 no mesmo local da Soea – Centro de Convenções Arnaud Rodrigues. Juntos, os eventos são assinados pelo Sistema Confea/Crea e Mútua e representam os principais espaços para debates e discussões referentes às categorias profissionais abrangidas pelos Conselhos. “O convênio amplia a participação de nossos profissionais no maior evento das engenharias do País. Só temos a agradecer o apoio e o auxilio financeiro para custeio de diárias e passagens, disse Arício Resende.

CEPs e CNP

A cada três anos, a Soea é encerrada e o Sistema abre o Congresso Nacional de Profissionais, visando relacionar as principais propostas de ação da área tecnológica. Na metodologia de organização do CNP, os Creas ficam responsáveis pela realização de etapas locais por todo o estado, quando colhem propostas que depois são condensadas nos Congressos Estaduais de Profissionais (CEPs), nas capitais. Este ano, os Congressos nos estados ocorreram entre o final de maio e o início de agosto. As propostas das 27 unidades federativas passaram, então, pela etapa de sistematização, realizada pelo Confea nos dias 8 e 9 de agosto, em Brasília. O trabalho será concluído pelas delegações estaduais no CNP, onde ocorre a votação final.

Mais uma vez a Mútua assume papel importante nesse contexto, também repassando recursos aos Creas para a organização das etapas preparatórias e dos próprios CEPs.  Para o presidente da Mútua, eng. civil Paulo Guimarães, esse é um momento para estreitar ainda mais a relação com os Creas, reafirmando o total apoio da Mútua às ações do Sistema. “Os Creas sempre contam com esse suporte da Mútua e a Diretoria Executiva é sensível a este pleito e entende a importância dos convênios para todo o Sistema e para os profissionais”, afirma.

Print Friendly

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *