Crea-SE debate os rumos da formação profissional da Engenharia e da Agronomia com profissionais e estudantes do IFS-Estância

Profissionais e acadêmicos discutem sugestões para melhoria do Sistema Confea/Crea

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Sergipe, localizado no município de Estância, região sul do Estado sediou a segunda palestra preparatória para o 8º Congresso Estadual de Profissionais de Engenharia e de Agronomia (CEP-SE). O evento promovido pelo Crea-SE reuniu profissionais e estudantes que discutiram e apresentaram sugestões e críticas com foco na melhoria do Sistema Confea/Crea/Mútua.

                                                                         VEJA ÁLBUM DE FOTOS DO EVENTO

A programação foi aberta pelo presidente do Crea-SE, engenheiro agrônomo, Arício Resende Silva que ressaltou a importância das

Presidente Arício Resende ressalta importância do CEP e da participação dos profissionais

reuniões preparatórias para o CEP-SE que vai ocorrer nos dias 25 e 26 de julho. “Este é um momento valioso para o Conselho e para vocês profissionais e acadêmicos. É uma oportunidade de interação e de aproximação. Com essas reuniões abrimos espaço para que todos participem das discussões em torno de temas e propostas que visam ampliar o conhecimento sobre o Sistema Confea/Crea/Mútua”, disse.

O presidente Arício Resende destacou os objetivos do CEP e também a importância da presença de todos ao evento. “O Congresso tem por metas discutir e propor políticas, definir estratégias e programas voltados para os profissionais e melhorias do Sistema como um todo. A participação e contribuição de todos os profissionais são de fundamental importância”, reforça. Este ano o CEP traz como tema central “Estratégias da Engenharia e da Agronomia para o Desenvolvimento Nacional” e como eixos temáticos Inovações Tecnológicas; Recursos Naturais; Infraestrutura; Atuação Profissional e Atuação das Empresas de Engenharia.

Engenheira Civil, Elaine Santana destaca os desafios diante do cenário econômico e das transformações tecnológicas

“Os rumos da formação profissional da Engenharia e da Agronomia” é o eixo temático das palestras preparatórias do Crea-SE. Em Estância, o tema foi ministrado pela engenheira civil, Elaine Santana que fez uma abordagem sobre o mercado de trabalho; os desafios diante do cenário econômico e das transformações tecnológicas, mudanças que exigem um novo perfil profissional.

A palestrante também destacou o papel do Sistema Confea/Crea  e esclareceu dúvidas sobre responsabilidade, ética, atribuição e legislação profissional e importância do registro junto ao Crea-SE. “Para garantir a qualidade dos serviços e que as normas sejam cumpridas, o Crea trabalha fazendo o registro dos profissionais da área. Esses registros atestam que o engenheiro está habilitado para desenvolver suas funções com segurança e qualidade. Além disso, o registro permite uma fiscalização mais eficiente, o que assegura a defesa da sociedade contra serviços ilegais”, explica.

O evento também contou com a presença de representantes da Mútua (Caixa de Assistência dos Profissionais dos Creas). O diretor geral da Mútua em Sergipe, Ronald Donald apresentou as ações da instituição e pontuou os benefícios que são assegurados aos associados. Destacou as conquistas e avanços, como o fortalecimento e a ampliação do TecnoPrev, o plano de previdência complementar, que segue em crescimento, tanto em números de participantes quanto de recursos portados e dos índices de rentabilidade.

Dir. da Mútua/SE, Ronald Donald pontua os benefícios da caixa de Assistência

O coordenador dos cursos de Engenharia Civil do IFS Campus-Estância, Carlos Mariano Melo Júnior agradeceu a presença do Crea-SE na

Coord. dos cursos de Engenharia Civil do IFS Campus-Estância, Carlos Mariano

instituição e reforçou a importância da proximidade entre o Conselho , profissionais e acadêmicos. “Esta interação é importante. É preciso conhecer melhor o Conselho e seu papel. Encontros como este são fundamentais, principalmente para ampliar leque de debates em torno de temas e situações que visam fortalecer o Sistema e valorizar a profissão”, disse ele. O evento contou ainda com representantes da Comissão do CEP-SE, Alexsandro Meireles; Solange Maria de Souza e Francisco José Pierri.

 

Print Friendly

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *