Crea-SE alerta para o não cumprimento da Lei que determina manutenção e vistoria predial

III Semana de Engenharia Civil do IFS-Aracaju reuniu professores, especialistas, profissionais e estudantes na sede da AEASE

Com um alerta sobre a importância da preservação de prédios públicos e privados, o presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Sergipe (Crea-SE), engenheiro agrônomo, Arício Resende Silva, chamou a atenção para o não cumprimento da Lei Municipal 2765/1999 que determina  a manutenção de vistorias periódicas nos imóveis da capital sergipana. “Se o trabalho de prevenção, por parte do poder executivo municipal, fosse colocado em prática,  muitos problemas poderiam ser evitados”, afirma.

Arício Resende reforça importância da inspeção predial que necessita de profissional especializado no assunto, com visão sistêmica da edificação

O assunto foi destacado na III Semana de Engenharia Civil, evento promovido pelo Centro Acadêmico de Engenharia Civil (CAEC), do Instituto Federal de Sergipe- Campus Aracaju -, cuja programação encerrou nesta sexta-feira. “Rachaduras, infiltrações e interferências no circuito elétrico são alguns dos problemas encontrados na maioria dos imóveis que não passam por inspeção, a qual deve ser realizada por um profissional habilitado”, reforça o engenheiro Arício Resende.

                                                       VEJA FOTOS DO EVENTO NO FACEBOOK DO CREA-SE

O presidente do Crea-SE também chamou a responsabilidade os profissionais da engenharia civil no exercício das suas atividades,  ao exemplificar o desabamento de um prédio de sete andares, ocorrido este mês em Fortaleza e que resultou em várias mortes. “Quando o profissional faz registro da Anotação de Responsabilidade Técnica junto ao Conselho, ele autodeclara toda a responsabilidade pelo serviço, civil, criminal, legal, técnico. Havendo qualquer problema na obra, o engenheiro é submetido ao Código de Ética e a depender da situação também responderá civilmente e criminalmente”, esclarece o presidente Arício Resende ao frisar que a ética na engenharia deve acompanhar todas as tomadas de decisões em projetos ou em serviços realizados.

.                                                                    Palestras e oficinas

A III Semana de Engenharia Civil, realizada na sede da Associação dos Engenheiros Agrônomos de Sergipe (AEASE) reuniu professores, especialistas, profissionais e estudantes. Foram quatro dias de palestras, troca de experiência profissional e oficinas. Debates em torno das transformações pelas quais vem passando o mercado de BIM (Building Information Modeling – Modelagem de Informações da Construção) e as principais soluções e desafios para as edificações quando os projetos estão usando a metodologia atraíram o público.

Pres. do CAEC, Maria Rita dos Santos: Evento trouxe para debate as tendências do mercado

A otimização do processo de produção no canteiro de obras com a aplicação do sistema de Lean Manufacturin e a Engenharia 4.0 também foram assuntos de grande interação entre os participantes do evento. “A proposta do evento foi instruir os futuros engenheiros e demais interessados pela construção civil sobre temas atuais e dar uma maior visão do mercado, além de promover a integração entre os estudantes de diferentes instituições. Alcançamos nosso objetivo”, afirma e estudante de engenharia civil e a presidente do CAEC, Maria Rita dos Santos.

Print Friendly

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *