CME se prepara para seleção dos indicados às honrarias do Sistema Confea/Crea

A análise e a definição dos critérios de avaliação para selecionar os indicados à Medalha do Mérito, Livro do Mérito e Menção Honrosa foram alguns dos pontos da pauta da quarta reunião da Comissão do Mérito, realizada nos dias 4 e 5 de abril, na sede do Confea, em Brasília. Entre suas atividades, a Comissão do Mérito recebe, analisa e seleciona até três indicações – uma por categoria –  feitas por Conselhos Regionais de Engenharia e Agronomia (Creas) e por Entidades nacionais, para concorrer a 12 Medalhas do Mérito,  três Menções Honrosas e estar entre os 12 nomes inscritos no Livro do Mérito, dedicado aos homenageados in memoriam.

Entre os indicados, profissionais, instituições de ensino, entidades de classe, pessoa física ou jurídica – com ou sem fins lucrativos -, desde que tenham contribuído para a valorização profissional e para o desenvolvimento socioeconômico, tecnológico e sustentável do país.
Para o coordenador da CME, chamado chanceler, o eng. prod. mec. Zerisson de Oliveira Neto, “a análise dos currículos enviados, a valoração das contribuições feitas à sociedade de um modo geral, se tem ou não trabalhos, teses ou livros publicados, por exemplo, precisa ser bastante criteriosa”.

Por sua vez, o eng. eletric. Inarê Poeta e Silva, um dos integrantes e chanceler-adjunto da CME, destaca os cuidados a serem tomados com a preparação da solenidade de entrega das honrarias, que este ano acontece na noite de 16 de setembro, em Palmas (TO). “Nossos homenageados, e mesmo os familiares que representam os que recebem as honrarias in memoriam, em geral têm idade mais avançada e merecem atenção especial”, afirmou.   A CME é composta ainda pelo eng. ftal. Laércio Aires dos Santos, eng. agr. João Bosco de Andrade Lima Filho, e pelo eng. mec. Carlos de Laet Oliveira.

Maria Helena de Carvalho
Equipe de Comunicação do Confea

Print Friendly

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *