Arício Resende parabeniza ITPS pelos seus 96 anos e destaca importância do instituto para o desenvolvimento da Ciência e da Tecnologia em Sergipe

O presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Sergipe (Crea-SE), engenheiro agrônomo, Arício Resende Silva participou ao lado de diversas personalidades públicas, autoridades e políticos da celebração dos 96 anos do Instituto Tecnológico e de Pesquisas do Estado de Sergipe (ITPS). O evento com o tema ‘Inovação em gestão e tecnologia a serviço de Sergipe’ foi marcado por homenagens, inaugurações de espaços e melhorias na estrutura física de sua histórica sede.

Da esquerda para direita: Renato Lino, diretor -administrativo e financeiro do ITPS; Orlando Porto de Andrade; Kaká Andrade, diretor-presidente do IPTS; Arício Resende Silva, presidente do Crea-SE, Ângela Flores, presidente do Inmetro; Lúcia Calumby, diretora-técnica do IPTS e Armi Wanderlei da Nóbrega, representante do Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde (INCQS) da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) “Não há civilização sem ciência e tecnologia.”

“A implantação do ITPS em Sergipe foi um marco na evolução da ciência e tecnologia no Estado e ao longo de seus 96 anos atua com eficiência e resultados, os serviços tecnológicos especializados, sob a forma de ensaios e análises nas áreas de meio ambiente, alimentos, fertilizantes, calcário, água, solos, tecidos foliares e resíduos industriais, e pesquisas científicas e tecnológicas. É uma instituição de referência e de grande importância para o desenvolvimento do nosso Estado”, avalia o presidente do Crea-SE.

Arício Resende parabenizou o diretor-presidente do ITPS, engenheiro químico Antônio Carlos Porto de Andrade (Kaká Andrade) e toda sua equipe pelas as ações realizadas, bem como a todos os demais dirigentes que contribuíram para a construção dos 96 anos de história do Instituto Tecnológico e de Pesquisas do Estado de Sergipe.

Em seu discurso, Kaká Andrade fez um resgate da história e do papel da instituição. “Temos procurado divulgar, cada vez mais, as ações do ITPS para que o sergipano se aproprie desse patrimônio criado há 96 anos por pessoas visionárias como o governador Graccho Cardoso e o professor Archimedes Pereira Guimarães, pessoas que passaram problemas de dificuldades, que ouviam que a tecnologia não era algo importante. O IPTS é o terceiro mais antigo Instituto de Tecnologia do país. Antes dele, havia apenas os Institutos de São Paulo (IPT) e o do Rio de Janeiro (INT)”, ressalta.

O diretor destaca que até hoje os orçamentos para a ciência e a tecnologia, em nível de Brasil são baixos. “É preciso entender que a soberania de um país está intimamente ligada ao desenvolvimento dessa área, porque senão vamos ficar eternamente dependentes de fora. Não há civilização sem ciência e tecnologia. E o ITPS é isso em âmbito de Sergipe. Países como Coreia, Estados Unidos e tantos outros, que hoje são potências, o são porque desenvolveram ciência e tecnologia. E é preciso que a gente entenda que ciência e tecnologia não entram na contabilidade como despesa e sim como investimento para o futuro”, enfatizou o diretor-presidente do ITPS.

Investimentos

A celebração dos 96 anos do ITPS contou com a presença do governador Belivaldo Chagas que fez a entrega de obras de reforma do Serviço de Atendimento ao Cliente (SAC) e da Gerência Executiva de Metrologia (Geremetro), e inaugurou a Central de Esterilização e o Espaço Café com Ciência na Medida Certa. Ainda durante a solenidade, o governador assinou Ordem de Serviço autorizando o início das obras para a execução dos Serviços de Instalações de Combate à Incêndio e dos Sistemas de Proteção Contra Descargas Atmosféricas (SPDA), do prédio do ITPS.

A solenidade de aniversário do ITPS também contou com a presença da presidente do Inmetro, Ângela Flores Furtado. Na ocasião foi assinado o convênio Inmetro/ITPS, que completa em 2019, 22 anos. Foi por meio desta parceria que o ITPS tornou-se órgão delegado do Inmetro e passou a exercer em Sergipe as atividades de verificações em instrumentos de medição, fiscalização da conformidade dos produtos e controle da exatidão das indicações quantitativas dos produtos pré-embalados.

“O  Inmetro é uma instituição federal de quem nós recebemos a delegação de desempenhar aqui as demandas dela. Temos ações com balanças, que precisam ser calibradas anualmente, e temos feito um trabalho diuturnamente no sentido de retirar do mercado as balanças irregulares, piratas. Também estamos com uma demanda crescente da aferição de medidores de pressão arterial, que é fundamental e pouca gente sabia que fazíamos – inclusive vários médicos e clínicas não tinham essa informação. Hoje estamos até estendendo nosso horário para atender à demanda. Também analisamos bombas de gasolina, brinquedos infantis, e mais de 600 itens”. É o que explica o diretor-presidente do ITPS, Kaká Andrade que encerrou a solenidade agradecendo a presença de todos.

Print Friendly

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *