Arício Resende é reeleito presidente do Crea-SE com 73,63% dos votos válidos

Pres. reeleito, Arício Resende

Após 45 dias de um processo eleitoral que mobilizou profissionais da área tecnológica, o engenheiro agrônomo, Arício Resende Silva é reeleito para a presidência do Crea-SE para o mandato 2018 a 2020.  Ele obteve 723 votos, o que corresponde a 73,63%  dos votos válidos. Foram 464 a mais que o segundo colocado, Abraão Vieira dos Santos que conquistou 259 votos.

Muito feliz com o resultado e convicto da boa gestão que realizou a frente do Crea-SE nos últimos três anos, o presidente reeleito afirma que sua vitória nas urnas é fruto de um trabalho em equipe e  de uma construção realizada em parceria com os profissionais, as

Ronald ;Arício e Bosco

entidades de classe e os servidores.

“O resultado das urnas reflete o reconhecimento dos profissionais ao trabalho que desenvolvi no meu primeiro mandato e, principalmente a confiança na continuidade das ações e na realização das novas propostas que apresentei no decorrer da campanha. Só tenho a agradecer por cada voto conquistado e reafirmar meu compromisso em defesa da engenharia e pela valorização dos profissionais”, afirma o engenheiro agrônomo, Arício Resende.

Na campanha, o presidente reeleito apresentou aos profissionais, as ações e projetos desenvolvidos nos três anos da sua gestão, os quais resultaram em benefícios e muitas conquistas. Também apresentou seu plano de trabalho para os próximos três anos composto por dez itens, entre eles, novos investimentos na área tecnológica; implantar práticas de Governança Cooperativa e de Sustentabilidade; fortalecer as entidades de classe; programar ações de conduta institucional e investir em estratégias de comunicação e marketing.

Conselheiro federal e diretoria da Mútua

Ao todo,1.010 profissionais da área foram às urnas. Além de elegerem o presidente do Crea-SE também votaram para escolher seus representantes no Conselho Federal e diretoria da Mútua – Caixa de Assistência dos Profissionais do Crea.

Com o apoio de Arício Resende, o engenheiro agrônomo, João Bosco foi escolhido como conselheiro federal. Já o engenheiro civil, Ronald Donald foi eleito diretor geral da Mútua-SE. João Pinto foi eleito diretor administrativo da Mútua-SE. As eleições foram realizadas nesta sexta-feira, 15 de dezembro, na sede do Crea-SE na sede da AEASE.

Print Friendly

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *