Arício Resende é eleito coordenador adjunto do Colégio de Presidentes

Francisco Almeida (coordenador do CP e Arício Resende ( coordenador adjunto do CP)

União, mudanças e ações efetivas para a construção de um Confea mais presente nas questões ligadas a Engenharia. É o que propõe o presidente do Crea-SE, engenheiro agrônomo Arício Resende eleito, por unanimidade,  coordenador adjunto do Colégio de Presidentes (CP) do Sistema CONFEA/CREA e Mútua, para o exercício 2018. Na função de coordenador foi escolhido o presidente do Crea-GO, Francisco Almeida. A eleição ocorreu nesta quarta-feira (21/2), em Brasília, durante a 1ª Reunião Ordinária do CP realizada no VII Encontro de Líderes Representantes do Sistema.

Confira os melhores momentos no  álbum de fotos do Facebook 

Comprometido com os interesses dos profissionais que representa, Arício Resende afirma que começa um novo ciclo para o Sistema Confea/Crea e que nessa etapa  é fundamental o apoio de todos os Conselhos Regionais. “Por muitos anos, o Confea manteve-se omisso nos grandes temas nacionais de interesse da área tecnológica e inerte quanto aos interesses e o emprego dos profissionais e empresas que representa. A engenharia perdeu a importância, espaço e oportunidades. Está na hora de reverter essa situação. Não vamos ficar de braços cruzados. O momento exige trabalho, conscientização e, acima de tudo, união”, defende o coordenador adjunto do CP.

 Arício Resende admite que a necessidade de fazer profundas mudanças e que o primeiro passo já foi dado com a eleição de Joel Krüger  para presidente do Confea. “Confio plenamente nesta nova gestão que chega com o compromisso de resgatar a credibilidade do Sistema junto aos profissionais. Precisamos resgatar a nossa autoconfiança no Sistema para empreender as políticas públicas, valorização profissional e fortalecimento das entidades sindicais e associativas. Sinto-me privilegiado em poder contribuir para essas mudanças tão almejadas por todos”, afirma.

 Como coordenador adjunto do Colégio de Presidentes, Arício Resende afirma que vai trabalhar para colocar a Engenharia no topo da pirâmide. “O Brasil precisa de políticas públicas mais perenes, e a engenharia pode contribuir para isso. O Brasil precisa de conhecimento e tecnologia, já que temos abundância de recursos naturais e energia e quem desenvolve tecnologia somos nós, os engenheiros, nas suas diversas modalidades. Vamos trabalhar para avançar oferecendo ao governo propostas para um projeto de nação, colocando a Engenharia no topo da pirâmide”, defende Arício Resende.

Colégio de Presidentes

O Colégio de Presidentes é um fórum consultivo do Sistema Confea/Crea e Mútua, composto pelos presidentes do Confea, dos Conselhos Regionais e da Mútua que tem como objetivo buscar a unidade de ação no que se refere ao funcionamento do Sistema e à uniformização de procedimentos, visando à maximização da eficiência e da eficácia.

Uma das competências do Colégio de Presidentes é se manifestar acerca de consultas encaminhadas pelo Confea, por meio de propostas dirigidas aos Creas. Periodicamente, o colegiado se reúne para tratar de temas relacionados à área tecnológica e assuntos institucionais e políticos de abrangência do Sistema.

 

Print Friendly

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *