Trabalhos científicos classificados pelo Contecc são apresentados na Soea

Dos 400 trabalhos aprovados para o Congresso Técnico Científico da Engenharia e da Agronomia (Contecc), 24 classificados como as melhores propostas foram apresentados oralmente por seus autores na tarde desta quinta-feira (19) na Semana Oficial da Engenharia e da Agronomia (Soea). São projetos elaborados nas áreas de Engenharia Civil, Metalúrgica, Química, Elétrica, Geologias, Minas, Agrimensura e experiências profissionais que trazem em seu bojo soluções e inovações para o cenário de problemas locais.

Eng. civ. Geórgia Rafaela Silva: Projeto propõe fabricação de bloco de concreto leve com uso de garrafa pet

Veja mais fotos no Facebook do Confea

A eng. civ. Geórgia Rafaela Silva, da Universidade Vale do Itajaí (SC), apresentou o projeto “Avaliação do processo de fabricação de bloco de concreto leve com uso do EPS reciclado garrafa pet”. Ela explica que a ideia inicial é usar na construção civil, para produção de concreto, um material reutilizável, não sendo descartado em primeiro momento. “Este trabalho começou há dois anos. Fiquei muito feliz pela aprovação e pela oportunidade de apresentá-lo na Soea, o maior evento da Engenharia, Agronomia e Geociência”, comemorou Geórgia.

Eng. mec. Tássia Forasteiro: Construção de uma embarcação do Samu com maior velocidade e pouco consumo

Na busca de uma solução para melhorar o atendimento de urgência às comunidades ribeirinhas do Amazonas, a estudante do curso de Engenharia Mecânica Tássia Forasteiro, da Universidade do Estado de Amazonas, apresentou o projeto que trata da construção de uma embarcação do Samu em escala reduzida pra estudos e testes. “A nossa região depende muito do transporte fluvial para o atendimento das comunidades ribeirinhas, principalmente na remoção de urgência de saúde, que o caso do Samu. E a embarcação embora tenha provido mais chances de saúde para as comunidades tem muitos pontos que precisam ser revisados e melhorados. Diante disso, desenvolvemos um protótipo, no qual conseguimos avaliar e entender os fenômenos que fazem com esta embarcação atinja uma velocidade maior, consumindo menos combustível”, explicou. Para Tássia, representar o Estado de Amazonas na Soea é muito gratificante e incentivador. “Estou muito feliz pela oportunidade de apresentar a todo esse público meu trabalho”, afirmou.

Téc. em Min. Alessandro Carlos Ferreira: Projeto propõe a reutilização adequada de material argiloso na produção de tinta

Técnico em Mineração, Alessandro Carlos Ferreira Monteiro, do Instituto Federal do Rio Grande do Norte, apresentou em seu projeto soluções para a reutilização adequada de um material argiloso. “Meu projeto começou a partir de uma visita técnica que fiz ao Polo Gesseiro do Araripe, no Rio Grande do Norte. Percebemos que o material usado na produção de gipsita ficava acumulado, ou seja, não era reutilizado, uma situação que compromete o meio ambiente.

Para diminuir a poluição causada por este material e ainda gerar emprego e renda a proposta é que o produto seja reutilizado para fazer tintas”, ressaltou. Para Alessandro, a aprovação de seu projeto foi um feliz resultado de um trabalho que tem como meta buscar uma solução para reduzir o impacto ambiental causado material. “Estou muito feliz em poder expor este problema e, principalmente, apontar uma solução. Só tenho a agradecer pelo espaço no maior evento da área tecnológica do país”, afirmou.

Estudante de engenharia química Ana Beatriz Farias : Propõe extração do corante natural do resíduo da uva

Já a estudante de engenharia química da Universidade Federal do Rio Grande do Norte Ana Beatriz Farias Moura dos Santos apresentou um trabalho que tem como pesquisa a extração do corante natural do resíduo da uva para uso culinário. “A maior motivação é que os corantes sintéticos não são saudáveis. A gente vai trazer o natural que tem mais sabor e só benefícios para a saúde. Fiquei muito feliz pelo fato do meu trabalho estar entre as 24 melhores propostas classificadas pelo Contecc. Parabenizo a todos por abrir esse espaço na Soea para que as pessoas possam mostrar o que estão produzindo na engenharia, agronomia e geociências”, frisou.

Tainara Tâmara apresentou trabalho sobre evapotranspiração através de técnicas de sensoriamento

“A estimativa da evapotranspiração através de técnicas de sensoriamento remoto com imagem de satélite” foi o projeto exposto por Tainara Tâmara Santiago Silva, da Universidade Federal de Campina Grande. “Meu projeto começou a ser idealizado a partir da necessidade de verificar a quantidade de água que uma área plantada necessita para o cultivo, neste caso, o da banana nanica. Aqui mostro como determinar o índice de Vegetação da Área e como saber se essa cultura vai estar bem fisiologicamente, por meio de imagens satélite”, esclareceu.

O coordenador do Contecc, eng. eletric. Jorge Bitencourt ressaltou que o Congresso tem como seus objetivos a divulgação dos trabalhos técnicos científicos desenvolvidos nas mais diversas instituições brasileiras, trabalhos estes que serão publicados nos anais do evento como também em revistas científicas.

Reportagem: Íris Valéria (Crea-SE)
Edição: Fernanda Pimentel (Confea)
Revisão: Lidiane Barbosa (Confea)
Equipe de Comunicação da 76ª Soea
Fotos: Damasceno Fotografia/Confea e Marck Castro

 

Print Friendly

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *